Câncer de Mama

Câncer de Mama

Câncer de Mama

A mama é composta por lóbulos e ductos. Cada mama tem 15 a 20 secções chamadas lóbulos, que têm muitas seções menores chamadas lóbulos. Lóbulos terminam em dezenas de bulbos minúsculos que podem produzir leite. Os lobos, lóbulos e bulbos são ligados por tubos finos chamados ductos. Cada mama também tem vasos sangüíneos e vasos linfáticos. Os vasos linfáticos carregam um líquido quase incolor chamado linfa, estes vasos conduzem a órgãos chamados linfonodos, que são pequenas estruturas em forma de feijão encontradas por todo o corpo. Eles filtram as substâncias da linfa e ajudam a combater as infecções e outras doenças, servindo eventualmente de abrigo para células de câncer. Agrupamentos de linfonodos são encontrados perto da mama na região axilar (embaixo do braço), acima da clavícula e no tórax. O tipo mais comum de câncer de mama é o carcinoma ductal, que começa nas células dos ductos. Câncer que se inicia nos lobos ou lóbulos é chamado carcinoma lobular e são mais freqüentemente encontrados em ambas as mamas que são outros tipos de câncer de mama. Carcinoma inflamatório é um tipo raro de câncer em que a mama está quente, vermelha e inchada. Idade e histórico de saúde podem afetar o risco de desenvolver câncer de mama. Tudo o que aumenta suas chances de contrair uma doença é chamado de fator de risco. Ter um fator de risco não significa que você vai ter câncer, não ter fatores de risco não significa que você não vai ter a doença.  Os fatores de risco para câncer de mama incluem: idade mais avançada,  menstruar muito cedo, idade avançada a primeira gestação  ou nunca ter dado à luz, história pessoal de câncer de mama ou doença benigna da mama (não canceroso), exposição a radiação, tecido mamário denso em uma mamografia,  uso de hormônios como estrogênio e progesterona,  consumir bebidas alcoólicas. O câncer de mama é causado por mutações genéticas,  sendo hereditário em cerca de 5% a 10% de todos os casos. Alguns genes alterados relacionados ao câncer de mama são mais comuns em determinados grupos étnicos. As mulheres que têm um gene alterado relacionado ao câncer de mama e que tiveram câncer de mama em um lado, têm um risco aumentado de desenvolver câncer de mama no outro seio. Essas mulheres também têm um risco aumentado de desenvolver câncer de ovário entre outros. Homens que têm um gene alterado relacionados ao câncer de mama também têm um risco aumentado de desenvolver a doença. O câncer da mama pode causar qualquer um dos seguintes sinais e sintomas: caroço ou inchaço perto ou na mama ou ainda nas axilas, mudança no tamanho ou forma da mama, ondulação ou rugas na pele da mama, mamilo virado para dentro, mudança no tamanho ou forma da mama, fluidos saindo pelo mamilo (especialmente sangue), pele escamosa, vermelha ou inchada na mama, mamilo ou aréola (área escura de pele ao redor do mamilo).

Lembre- se: todo câncer pode ter cura quando bem tratado.

Procure um especialista.